segunda-feira, 28 de março de 2016

O+ (Caian Marques)

Carlos é um jovem rapaz, um rapaz comum, que como em toda manhã quando se acorda, prepara seu ritual, deixar sua cama e se preparar para a simples rotina. Mas este não era um dia comum, uma marca de sangue pinta a parede, sua visão o surpreende, como poderia estar acontecendo aquilo? Uma cena que jamais vai conseguir retirar de sua cabeça. Como poderia? Afinal sua mãe estava comendo seu pai vivo, um banquete nem um pouco habitual. Assustado pela cena, paralisia foi seu único refugio, seria mais um alvo fácil, se não foce a atitude dela, em um flash de humanidade, ela o coloca contra a parede e o manda fugir.
"E na cozinha, uma visão que deixa qualquer jovem assustado se mostrou para mim: minha mãe segurava a cabeça do meu pai nas mãos como uma fruta, lambendo-a e arrancando suas carnes." Pág. 09
Agora vivendo nesse mundo, um mundo apocalíptico e sem insanidade, sobreviver é seu foco, encontrar um caminho se torna apenas uma distopia. O que seria aqueles seres? Porque alguns se mostram tão inteligentes? Afinal eles não seriam zumbis, seres sem escrúpulos movido pela fome. Parecia que estes não.
"É previsível uma longa caminhada. O prenuncio de dias de temores e de calafrios vem com o vento. O medo da morte é inerente á mim como á mim como a consciente vida. Normal. Mas quer saber, o perigo de lidar com os escarneadores é o que deixa a vida mais divertida. Pois como diziam os poetas da vida; "Medo da morte não nos impede de morrer, mas sim de viver". E faço agora do clichê um lema. "Viver cada dia intensamente!" " Pág. 82
Pessoas se envolvem em seu caminho, seus desejos as vezes o atrapalha e se mostra um grande empecilho. Seria ele capaz de suportar toda aquela loucura? Seria ele capaz de encontrar a sua humanidade?

*****

Gostaria de fazer uma resenha um pouco diferente das habituais, queria alem da resenha, poder descrever pontos e sugestões para o autor, caso ele lance futuramente uma nova edição.
Com uma narrativa em primeira pessoa, o livro se mostra com uma ótima ideia, talvez falte algumas coisas, mas a leitura não me decepcionou, posso até afirmar que foi uma leitura boa, muito disso foi pelos avisos do autor, que desde o começo me deixou claro, que o livro tinha sido lançado de uma forma muito independente e contendo alguns certos descuidos. Por isso quando o recebi, e comecei a ler sabia que não se tratava de uma obra passada por vários profissionais, e sim como um autor determinado tentando mostrar sua ideia, acreditando em seu sonho, e não para tentar conseguir fama e dinheiro, muito pelo contrario, aliás isso é quase impossível para um escritor nacional.
Eu vi seu livro pela primeira vez em um grupo no Facebook sobre o autor André Vianco, nele Caian estava oferecendo seu sonho sem pedir nada em troca, estava enviando um pedaço de sua luta para completos desconhecidos, sem obter nenhum centavo. Eu como adoro conhecer os talentosos autores que possuímos, entrei em contato com ele, que aliás foi muito humilde e me enviou uma cópia. Minha forma de agradecimento está aqui, meu muito obrigado.
Agora mudando o assunto, vou citar alguns pontos positivos e outros negativos da obra. Como eu havia falado o enredo é de uma ótima ideia, mas senti falta de alguns aspectos como os detalhes para desenvolver as cenas, em muitos momentos não consegui desenvolver aquela ideia que o autor gostaria de me passar. A escrita também ficou muita direta, principalmente no começo, sendo perfeita para um conto por exemplo, que não se apega tanto a detalhes, mas não quero dizer que a escrita está ruim, apena percebi isto.
Algo que achei bem legal, pelo menos para mim, mas sei que tem muitas pessoas que não gosta, foi a "taradeza" dos personagens, mas com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, os hormônios ficam a ponto de explodir, isso é um acerto do autor na minha opinião, acabou dando certo contraste, mas quando colocada de forma correta, após haver o exagero já começa a se tornar algo forçado, por isso queria chamar a atenção dele, porque algumas vezes tinha cenas desnecessárias.
O meio para o final é o ápice, pois é nesse período que acontece grande parte da trama, antes a escrita fica um puco enrolada, e não flui tanto.
A capa sem dúvidas é uma é das coisas que mais gostei, uma bela capa, aliás não tão bela assim kkk, mas para o contexto está perfeita, quanto a diagramação também está boa, o que faltou mesmo foi uma boa revisão, arrumar alguns trechos com a ortografia correta, mudar algumas palavras, são pequenos detalhes que iriam enriquecer a história, por isso dou meus mais sinceros apoio para o Caian relançar a obra.
Antes de terminar queria dar meus parabéns, pois o personagem principal, que geralmente é o mocinho cheio de qualidades, aqui se encontra totalmente o oposto, Carlos é completamente egocêntrico e egoísta, só pensa nele, nos fazendo criar certa antipatia. Mas em meio a um apocalipse zumbi, quem manteria a sanidade, não é mesmo?
Para finalizar, dessa vez optei por não dar uma nota, torço para que eu consiga de alguma forma contribuir para ele como escritor, porque talento e comprometimento ele tem e isso eu admiro muito. 


25 comentários:

  1. Olá Evandro,

    gostei da sua resenha, gosto de livros e filmes que retratam apocalipse zumbi e qualquer cenário pós-apocalíptico, o livro parece ser legal, a capa já discordo de você, não gostei, não parece com zumbi, sei lá, não curti. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  2. Interessante esse livro, sempre me atraí por cenários pós-apocalípticos, mas (pasme) li poucas estórias de zumbi até hoje haha
    Também curti a capa do livro, ela é bem thrash, né? Se a intenção tiver sido justamente essa, o objetivo foi alcançado!
    Enfim, sempre bom acompanhar os novos autores nacionais mesmo, também sempre leio e ajudo os que se interessam. :)

    Abraço,
    Mago e Vidro
    | Sorteio DamnedGirls | NOVE livros pra você!

    ResponderExcluir
  3. Oiii Evandro, tudo bem?
    Confesso que fiquei meio assim referente a essa capa escolhida pelo autor, mas em relação ao tema, me apaixonei completamente e fiquei só na vontade querendo muito mais hahahaha Fiquei muuuito feliz e preciso dizer que conseguiu alcançar e fazer uma resenha diferenciada <3
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    Achei o livro bem interessante porém essa capa não me atraiu nadinha :/
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Não o conhecia, mas a premissa não me chamou tanto a atenção. Não é uma leitura que eu faria, pelo menos por enquanto. Parabéns pela resenha, mas a capa eu não gostei não, traz uma mensagem fantasmagórica, rs.

    ResponderExcluir
  6. Oioi!
    Nossa, so de ver a capa ja vi que o livro não é para mim. Serio, morro de medo e nao ia aguentar ver a capa na estante.
    Nao conhecia o livro O+, acho que por nao fazer o meu gosto literario.
    Foi bom saber mais da historia, mas dessa vez eu passo a leitura, medo demais.
    Muito bom ja dar uma dicas para o caso de ser relançado, sempre é bom pro autor esse feedback.
    Beijos!

    Livros e Sushi • Facebook InstagramTwitter

    ResponderExcluir
  7. Nossa, esse parece ser bem o meu tipo de livro e pela sua resenha, parece ser muito bom. Adorei a capa.

    pegueumaxicarablog.com

    ResponderExcluir
  8. Olhe, você diz em seu texto ‘faltou mesmo foi uma boa revisão’, mas sua resenha também falta uma Boa revisão, faltou vírgulas, acentuação e assim por diante... eu acho que esse é um livro que preciso ler para tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, recém acabei meu ensino médio, não sou formado em letras nem nada. Escrevo porque gosto de levar minhas experiências aos outros, eu sei que não escrevo tão bem, q peco muito na hora de vírgulas e essas coisas. Meu trabalho no blog não é nada de profissional, por isso tento compensar escrevendo algo que de pra ser compreendido, e conseguir levar a mensagem. Mas aceito o que tu disse porque ela é sincera, e sei que é verdade. Tenho esse defeito, e espero poder melhorar com o tempo. Abraço!

      Excluir
  9. Olá...gostei do título.
    Adoro livros do gênero, atualmente estou lendo um livro com a temática apocalíptica repleta de zumbis.

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  10. Olá, achei a premissa da obra interessante, imagina se deparar com a cena que o protagonista teve que ver, apavorante, né? Também estou na torcida para que ele possa evoluir cada vez mais em seus escritos.

    ResponderExcluir
  11. Acho que problema de revisão é meio que normal em livros de editoras pequenas, que estão começando, mas sim é algo que tem que ser investido e muito.
    A história não me chama atenção e para ser sincera até a capa já me deixa meio que com medo.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  12. Oie
    não conhecia o livro mas gosto bastante do gênero então quem sabe eu não arrisque se tive oportunidade, sua resenha ficou muito legal e foram ótimas dicas dadas ao autor ;)

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bom?
    Eu gostei dessa analise que você fez da obra dele. Você observou os detalhes e transmitiu de forma coerente, sincera e com as palavras corretas. Juro que pensei "Nossa, vou ler algo de terror agora de madrugada? o.o" uahsuahs Achei a capa condizente com a história também :D Ser escritor no Brasil não é fácil, isso é um fato, mas a gente continua tentando, né?
    Desejo sucesso pra ele!
    bjs
    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Estou chocada com o livro o.o depois de sua descrição inicial eu li o resto todo com cara de nojinho. Não acho que sua resenha esteja ruim, esta ótima, mas fiquei chocada kkk apesar de ter um enredo bom e tudo o mais, eu não sei se eu leria o livro, pois acho que eu ficaria muito impressionada com tudo e nem dormiria kkkk mas sua resenha ficou excelente e gostei como dispôs suas e idéias e falou do que estava bom e não estava.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  15. Oiee.
    Comecei a ler livros desse gênero a pouco tempo. Ainda não li livros com zumbis e a a capa é um pouco assustadora demais. Parabéns pela resenha, acho que esse livro pode me agradar também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Adoro livros com esse tema e esse parece ser bem legal. Super amei sua resenha! Fiquei ainda com mais vontade de ler heheh, e essa capa? Ela me deixou com medo só de olhar hahsha

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Olá, gente! Sou o autor de O+.

    Estou acompanhando o blog e nem imaginei que haveria tantos comentários assim. Agradeço pela atenção!
    A resenha do Evandro externou bastante do que eu sinto quanto ao livro. Denota que, mesmo sendo a opção mais fácil para publicação, deve-se requerer das editoras pequenas mais profissionalização. Porém, ao ver os livros aqui resenhados, o meu caso aparenta ser exceção (Graças a Deus!), demonstrando que há sim futuro nas editoras pequenas. Quanto a capa, não fui eu quem escolhi, mas sim a editora, e digo que também não gostei. Quanto a correção, o Evandro não está errado. Há em demasia erros evitáveis, que passaram por mim, inexperiente com a língua e pelo revisor. Porém, é minha a culpa da publicação pueril que o livro sofreu, pois fui quem a autorizou. Logo, caso este seja o empecilho na leitura, sou eu o culpado. Entretanto, utilizarei deste espaço para tratar do que implicitamente fala o livro:
    Trata-se de uma brincadeira, um teste como eu digo na minha página ( https://www.facebook.com/CaianOPOSITIVO/ ). Eu escrevia pensamentos ante a momentos de tragédias em minha vida, como perda de entes, términos de relacionamentos, dificuldades. O livro, do início ao fim, é resultado de reflexões temperadas com um pouco de enredo, de estória. Lógico que a satisfação na leitura muitas vezes depende do objetivo da leitura, mas talvez este livro seja mais para os que estejam passando pelo que passei quando o escrevia, e o mais interessante é que não proponho uma melhora, uma luz. O pensamento conciso deste livro é quase um aforismo rodrigueano, só que meu: Toda esperança e fraqueza serão castigadas.
    O personagem sofre como todos nós, e seu calvário se dá quando peca em ter esperança numa vida melhor. O castigo imputado ao personagem é se entregar para que outros ( e jamais ele ) possa viver em um mundo melhor. Como isso acontece? Só lendo o livro.

    Concordo com os comentários supervenientes que taxarão o livro como mero apelo psicológico e sentimental. Afinal, talvez ele seja isso mesmo. Mas por trás do apelo existe implicitamente uma concepção de vida de um garoto de dezoito anos à época e que, após quase dois anos de publicação, insiste em continuar.

    Obs: O+ foi inspirado n'A CASA, de André Vianco e no filósofo Albert Camus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O personagem sofre como todos nós, e seu calvário se dá quando peca em ter esperança numa vida melhor. O castigo imputado ao personagem é se entregar para que outros ( e jamais ele ) POSSAM viver em um mundo melhor. Como isso acontece? Só lendo o livro."

      Excluir
  19. Oi!
    Confesso que sou muito mole para lidar com histórias de terror, rs. Sério mesmo, não consigo. Por isso não arrisco a leitura.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá

    Não sou a maior fã de cenarios pos apocalípticos e zumbis, confesso que essa capa me deu medinho e sou medrosa de tudo então me impressionaria facil com a obra hahaha

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Ola Evandro
    Confesso que a premissa e a capa do livro não me chamaram atenção, sai um pouco de minha zona de conforto, gostei muito de sua resenha destacando os pontos positivos e negativos, quem sabe em outro momento me arrisco a ler. abraços

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  22. Ola.
    Eu li o livro e gostei bastante. A parte filosófica + terror,me prendeu bastante. Você consegue sofrer junto com o protagonista.
    Mesmo a historia sendo de zumbi, consegue ser bem original e envolvente.
    Deem um oportunidade para o livro, vale muito a pena.
    -Nunca julgue um livro pela capa-

    ResponderExcluir
  23. Amei o livro
    Vc entra na historia, quando ele anda, vc se vê andando ao lado dele, quando ele mata os zumbis vc se vê ao lado dele, quando ele sofre vc esta ao lado dele dnv, sentindo tudo, sofrendo, e no final vc sente vontade de matar o Caian, por causa do Carlos.
    Super legal e criativo ^^

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo