terça-feira, 10 de novembro de 2015

Para Sempre (Kim e Krickitt Carpenter)




Impressionante como um telefonema pode mudar a vida de duas pessoas. Kim Carpenter, é treinador de um time de beisebol da Universidade de Highlands, após ligar para uma empresa de confecção de roupas esportivas, é surpreendido por uma voz alegre, o nome por trás dela é de Krickitt. Algo o intriga, e mesmo sem conhecê-la, o deixa sem chão.


“Ela era tão incrivelmente agradável e atenciosa que eu não consegui evitar de pensar que meu dia ficou melhor simplesmente por ter conversado com ela.” Pág. 12

Frequentes ligações a partir dali são feitas; preços, tamanhos, etc. Afinidade? Essa a palavra correta, cada vez mais essas ligações se tornam pessoais.
Esse amor foi cada vez se desenvolvendo mais, trocas de cartas, telefonemas. Até que um dia, resolveram tomar a atitude de se conhecerem pessoalmente, Krickitt então parte para o Novo México. O que eles ainda não sabiam, é que esse fim de semana seria perfeito.
Namoro, conhecer as famílias, amigos, todos os passos que levariam eles ao matrimonio. Após dois meses de casado, um inevitável acidente acontece, Kim ainda muito ferido permanece consciente, mas sua esposa parece estar em outra situação.

“Era tudo em que eu conseguia pensar. Não conseguia dormir, não conseguia relaxar e não conseguia me livrar de todo aquele estresse. Embora Krickitt ainda tivesse uma chance de recuperar uma parte da memória perdida, os médicos disseram que havia algumas coisas das quais ela nunca conseguiria se lembrar. A pergunta angustiante: ’’Será que eu seria uma dessas coisas?’’ Eu rapidamente afastei aquele pensamento. Não conseguiria pensar na possibilidade de que a minha esposa não voltasse a se lembrar de mim.” Pág. 79

Como um milagre, Krickitt começa a apresentar sinais de vida, desenganada pela medicina, sua fé torna-se sua maior força. Mas como previsto, aquele acidente deixaria sequelas. A impossibilidade de ter algumas lembranças tornara Kim um estranho aos seus olhos.                           

Falando sobre o filme. Não...Não vou detonar a adaptação falndo que foi péssima, ou algo do tipo. Apenas vou dizer que ficou muito diferente do drama real.
Eu por exemplo, assisti ao filme, antes de ler o livro. E eu gostei muito da adaptação, tanto que quando descobri que existia o livro, corri para lê-lo.
Senti uma frustração enorme logo nas primeiras páginas, muitas coisas foram modificadas no filme, achei muitas dessas absurdas, até agora não entendi o motivo por mudarem os nomes dos personagens principais, Kim virou Leo, e Krickitt virou Paige.
Muitas coisas que ocorreram na trama cinematográfica ficaram sem nenhum nexo, com o que houve na realidade, que leu e assistiu entenderá o que eu estou falando.


*****
Uma lição de vida, as vezes o amor é maior que qualquer barreira.
Para terminarmos essa resenha, queria dizer que recomendo esse livro para todos. Gostei da forma em que a história foi narrada. Quanto a diagramação está nos conforme, fontes legíveis e folhas amareladas. Na questão capa, como não conheço outra sem ser a inspirada no filme, eu não curti tanto, pois o casal apresentado na trama cinematográfica, é bem diferente dos reais, não que está seja feia, ela é até bem caprichada. Minha nota é cinco com certeza, recomendo para você que gosta de histórias apaixonantes.






Copyright © 2014 | Design e C�digo: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo